17 para 2017, Leituras, Resenhas

Resenha: A espada do verão
Magnus Chase e os deuses de Asgard #1, Rick Riordan

Olá pessoal, como estão vocês?

Venho hoje com a minha primeira experiência em publicar uma resenha. Como ainda faltam 16 livros do desafio desse ano, decidi começar logo! E o escolhido para essa tarefa foi o primeiro livro da série nórdica do Rick Riordan, Magnus Chase e os deuses de Asgard, a espada do verão. Spoiler alert!!!! Esse livro tem os melhores títulos para capítulos.

Magnus Chase e os deuses de Asgard - A espada do verão, Rick RiordanTítulo: Magnus Chase e os deuses de Asgard: A espada do verão
Autor: Rick Riordan
Editora: Instrínseca
Ano: 2015
Páginas: 448
Adicione: Skoob | GoodReads

Compre: Saraiva | SubmarinoAmazon

 

💟💟💟⬜️⬜️

Sinopse:

Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida…

A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph – um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico.

As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

O que achei:

Desde que comecei a ler Percy Jackson e os Olimpianos que me apaixonei pela escrita do Rick Riordan. É leve, bem humorada e fluida, não é o tipo de livro que te cansa. E nem vou comentar que ADORO reencontrar os personagens das outras sagas no meio da história…

book books reading icarly
“Essa coisa é ótima! É como uma TV na sua cabeça!”

A história que ele conta é bem estruturada e o personagem principal, Magnus Chase, é cativante. Dentre seus pontos fortes estão sua capacidade de adaptação e a facilidade com que ele lida com coisas e situações bem esquisitas. O carinho que ele tem pelas pessoas que estão sempre nessas situações impossíveis com ele também é algo que me fez gostar do personagem.

Apesar do Magnus ser um personagem bem bacana, o meu preferido é o Hearth, um dos seus companheiros de aventuras. Ainda não tinha me deparado com um personagem com deficiência nas minhas leituras e essa foi uma surpresa muito agradável #representationMatters. Já se imaginou lendo um livro com um personagem mudo? Pois é! Ele é forte, dedicado, curioso e principalmente decidido. Não sei se quero dar um abraço ou simplesmente espancá-lo até ele criar um pouco de juízo.

Comentando meu spoiler do começo do artigo, os títulos dos capítulos são sensacionais. Por exemplo:

  • Abra caminho para os patos, se não vai levar um pescotapa.
  • Venha para o lado negro. Temos jujubas.
  • Oi, sei que você está morto, mas, se der, me liga.
  • Nada de spoilers. Thor está muito atrasado nas suas séries preferidas.
  • Somos sujeitados ao PowerPoint dos infernos.

Superou Percy Jackson, diz ai.

Esse é o tipo de livro pra quem gosta de fantasia, do mundo nerd com todas as suas culturas antigas relidas de um jeito atual. Não tenho certeza se eu indicaria para alguém que nunca leu um livro do Rick Riordan antes. Algumas referências ficam bem mais legais quando já se conhece o mundo que ele criou, apesar de acreditar também que a falta de conhecimento das outras sagas não atrapalhe a experiência. É divertido, a história tem um começo, meio e fim (ou quase isso) e não é chato, pesado. Não é o meu livro preferido do autor, mas gostei. Status: arrumando tempo para ler o próximo!

4 motivos para ler:

  1. Não é sempre que se encontra um livro sobre cultura nórdica;
  2. Quem é fã das outras sagas do Rick vai adorar as referências;
  3. E quem é fã de Doctor Who, Sherlock, Game of Thrones e outras séries e filmes do tipo também vai adorar as referências;
  4. Personagens criativos e inusitados.

2 motivos para não ler:

  1. Quem conhece o Rick já sabe mais ou menos o que esperar, é bem a receitinha de bolo dele;
  2. Pra quem não conhece nada sobre mitologia nórdica pode ser que fique um pouco perdido em algumas partes, apesar do autor explicar tudo muito bem.

 

Para quem chegou até o final do post, obrigada! Espero conseguir ler o próximo logo, mas já comecei outro e tenho resenha de mais dois para postar aqui.

Aproveitem para me adicionar no Goodreads e/ou Skoob.

Espero vocês na próxima!

Nina ❤️